29 de novembro de 2010

Assim que a Sara chega...

Posted by Picasa

A primeira coisa que faz é tirar o gorro e o casaco. A seguir vai buscar a chucha, o chapéu e a colher. Pronto, a minha filha chegou a casa.
Daqui a pouco é hora do banho, jantar e cama. Para dormir não pode faltar a chucha, o peluche (um rato Mickey quase do tamanho dela) e... o chapéu.

26 de novembro de 2010

Os extras da EDP

Vamos assinar esta petição, vamos??

Eu já assinei!

23 de novembro de 2010

Livro da Maizena

Posted by Picasa

Telefonei, deram-me a referência para fazer o pagamento e já cá está. Agora falta arranjar um tempinho para começar a experimentar.

21 de novembro de 2010

É Natal, é Natal...

Ainda não é, falta pouco mas hoje decidi mudar o visual para estar de acordo com a época.
Bom fim de semana.

19 de novembro de 2010

O único defeito das mulheres

Recebi de uma amiga esta mensagem por e-mail:

Quando Deus fez a mulher, já estava a trabalhar há seis dias consecutivos.
Apareceu um anjo que lhe perguntou:
'Deus, porque estás a perder tanto tempo com esta criação?'

Ao que Deus respondeu:
'Já viste a minha lista de especificações para este projecto? Ela tem que ser completamente lavável, mas sem ser de plástico, tem mais de 200 partes móveis, todas substituíveis, e é capaz de sobreviver à base de coca-cola light e restos de comida, tem um colo capaz de segurar em quatro crianças ao mesmo tempo, tem um beijo capaz de curar qualquer coisa desde um arranhão no joelho a um coração ferido e faz isto tudo apenas com duas mãos.'

O anjo ficou estupefacto com estas especificações.
'Só duas mãos!? Impossível! E esse é apenas o modelo normal? É muito trabalho só para um dia. É melhor acabares só amanhã.'

'Nem pensar', protestou Deus. 'Estou quase a acabar esta criação que me é tão querida. Ela já é capaz de se curar a si própria quando fica doente e consegue trabalhar 18 horas por dia.'

O anjo aproximou-se e tocou na mulher.
'Mas fizeste-a tão macia e delicada, meu Deus'.

'Sim, mas também pode ser muito resistente. Nem fazes ideia o que ela pode fazer e aguentar.'

'E ela vai ser capaz de pensar?' perguntou o anjo.

'Não só é capaz de pensar como é capaz de negociar e convencer'

O anjo então reparou num pormenor e tocou na cara da mulher.
'Ups, parece que tens uma fuga neste modelo. Eu disse-te que estavas a tentar fazer demais numa criatura só.'

'Isso não é uma fuga, é uma lágrima.'

'E para que é que isso serve?' perguntou o anjo.

'A lágrima é o seu modo de exprimir alegria, pena, dor, desilusão, amor, solidão, luto e orgulho.'

O anjo estava impressionado.
'És um génio, Deus. Pensaste em tudo.'

E de facto as mulheres são verdadeiramente espantosas. Têm capacidades que surpreendem os homens.
Carregam fardos e dificuldades, mas mantendo um clima de felicidade, amor e alegria. Sorriem quando querem gritar.
Cantam quando querem chorar.
Choram quando estão felizes e riem quando estão nervosas.
Lutam por aquilo em que acreditam e não aguentam injustiças.
Não aceitam um 'não' quando acreditam que existe uma solução melhor.
Prescindem de tudo para dar à família.
Vão com um amigo assustado ao médico.
Amam incondicionalmente.
Choram quando os seus filhos são os melhores e aplaudem quando um amigo ganha um prémio.
Ficam radiantes quando nasce um bebé ou quando alguém se casa.
Ficam devastadas com a morte de alguém querido, mas mantêm a força além de todos os limites.
Sabem que um abraço e um beijo pode curar qualquer desgosto.
Existem mulheres de todos os formatos, tamanhos e cores.
Elas conduzem, voam, andam e correm ou mandam e-mails só para mostrar que se preocupam contigo.
O coração de uma mulher mantém este mundo a andar.
Elas trazem alegria, esperança e amor.
Dão apoio moral à sua família e amigos.
As mulheres têm coisas vitais a dizer e tudo para dar.

NO ENTANTO, EXISTE UM DEFEITO NAS MULHERES...

É QUE ELAS SE ESQUECEM CONSTANTEMENTE DO SEU VALOR!

Passa esta mensagem a todas as tuas amigas, só para lhes lembrar como são espantosas... E a todos os teus amigos para que também nunca o esqueçam!

18 de novembro de 2010

Reclamações

Ora e estou aqui eu ao telefone há 17 minutos, a reclamar bem se vê, e depois de me passarem a chamada para o sítio certo, o simpático que me atendeu mas que se atrapalha um pouco a falar, já me pediu 3 vezes para aguardar um pouco enquanto verifica a situação. Enquanto espero dá-me música. Daquela tipo séries dos anos 80, Dallas, Dinastia, uma música assim dinâmica, alto e bom som. A sorte é que o telefone tem alta voz e não tenho que levar com a música nos ouvidos. E será que a situação fica resolvida? Ou para o mês que vem terei que reclamar novamente?
Entretanto já voltou à linha, explicou a situação, expliquei a minha situação e deixou-me outra vez a ouvir música. Já passaram 23 minutos. O que vale é que não pago as chamadas.
Ok, ao fim de 25 minutos a informação que tenho é que não podem resolver a situação, mas que vão encaminhar para o gestor de conta, que não me atende. Para o mês que vem vou ter que reclamar novamente, tá visto.

17 de novembro de 2010

Que melhor maneira de passar uma manhã...

Do que na sala de espera do Hospital para uma consulta já marcada há alguns meses??
E eu a pensar que como tinha a marcação para as 9h30 ia ser rápido, lá para as 10h30-11h estava despachada. Ainda sou muito ingénua!! Saí de lá às 13h40.
Como já sabia que a coisa ia demorar, levei o meu tricô (agora deu-me para isso), e consegui adiantar bastante o gorro que estou a fazer para o Daniel. Comecei na 2ª feira à noite e só tive ainda 2 noites para adiantar o trabalho. Mas hoje já ficou quase pronto.

11 de novembro de 2010

Dia de S. Martinho, lume, castanhas e vinho

Ontem o meu filho chegou a casa e contou-me a história de S. Martinho. Diz a lenda que quando um cavaleiro romano andava a fazer a ronda, viu um velho mendigo cheio de fome e frio, porque estava quase nu.
O dia estava chuvoso e frio, e o velhinho estava encharcado.
O cavaleiro, chamado Martinho, era bondoso e gostava de ajudar as pessoas mais pobres. Então, ao ver aquele mendigo, ficou cheio de pena e cortou a sua grossa capa ao meio, com a espada.
Depois deu a metade da capa ao mendigo e partiu.
Passado algum tempo a chuva parou e apareceu no céu um lindo Sol. Por isso é que se diz "Verão de S. Martinho"

Hoje, na escolinha deles há magusto e pede-se aos pais dos meninos para contribuir com umas castanhas, frutos secos, sumos, o que os pais puderem e quiserem dar.
Como o Daniel não gosta de castanhas, nem frutos secos, nem bebe sumo (não gosta), fiz um bolinho para levar. Como ele adora o Bolo de Sementes de Papoila, foi esse que fiz.

foto do post do Bolo de Sementes de Papoila


Bom dia de S. Martinho para vocês.

10 de novembro de 2010

Isto há gente que gosta de apanhar!!

Vem isto a propósito do episódio do Biggest Loser de ontem. Então, depois de uma semana a ser ofendida, a ser posta de parte, enfim, uma semana de horror porque votou no Brady, aquela sonsa da Amy desperdiça a oportunidade de pôr a Vicky na rua ?!?!?
Depois não te queixes...

9 de novembro de 2010

Bolsinhas em feltro

Posted by Picasa

Fiz estas bolsinhas para oferecer às minhas sobrinhas gémeas pelo pão-por-Deus. Elas têm 10 anos e ficaram encantadas. Confesso que fiz de manhã para lhes oferecer à tarde. Mas até nem ficaram muito mal...

8 de novembro de 2010

Eu cá prefiro legos

Posted by Picasa

Quando chove, gosto mesmo é de ir para o sótão e espalhar os legos todos para fazer as minhas naves espaciais, helicópteros, carros de bombeiros...
Às vezes, quando a minha mãe está distraída, espalho tudo na sala, mas depois ela vem e começa a ralhar comigo para eu arrumar...

Que melhor maneira de passar uma manhã em casa...

Posted by Picasa

Ora aqui estou eu, numa bela manhã de chuva, sentada na minha cadeira a pôr a leitura em dia. Para ficar mais confortável, não dispenso a chucha e o chapéu (não vá a chuva decidir entrar).

7 de novembro de 2010

Mais um selinho

Recebi da Hélia este selinho do bem.

As regras dizem para enviar para 10 blogues, mas eu prefiro oferecer a todos que me visitam.
Um abraço.

5 de novembro de 2010

Um selinho saboroso!!

Recebi da Kika do blog Kikagula este selo saboroso. Obrigada por te lembrares de mim.

Agora vou oferecê-lo a 10 blogues que eu acho muito saborosos, mas nem todos exclusivamente de cozinha:
O cantinho da mamã
Papinha doce
Os pratos da Bela
Vícios e Sabores
As amigas do cantinho
Vai uma fatia
Kristininha na cozinha
As receitas com muita amizade
Sissamar
Acção na cozinha

Um abraço a todos que me lêem e obrigada pela vossa amizade.

Aniversário do meu Pai

Posted by Picasa

No passado dia 4 de Outubro, o meu pai fez 84 anos. Como eu tinha tirado esse dia de férias, decidi irmos lanchar com os meus velhotes. Preparei um lanchinho que eu sabia que ele ia gostar e fiz este bolo, para os netos cantarem os parabéns. O meu pai é muito rezingão e diz sempre que não precisa de bolo e de festa, mas fica todo derretido quando não ligamos ao que ele diz e fazemos uma surpresa assim.
Já publiquei aqui a receita da massa do bolo. O recheio ficou muito simples, usei natas vegetais e pêssego em calda. Como foi um pouco à pressa, a decoração também ficou simples, mas o que interessa é que ele adorou, os netos deliraram e foi um lanche muito bem disposto.

Adorei!!!

Estou a ver o Biggest Loser (estou viciada!) e o Brady saiu!!!  Estavam tão convencidos que não saía. Viva a Amy C.
Que bem feito para as intriguistas da Heba e Vicky. Adorei!!!

Biggest Loser dá na Sic Mulher, de 2ª a 5ª às 23,30h (mais ou menos) e no dia a seguir repete o episódio da véspera às 22,45h.

3 de novembro de 2010

Só uma mãe saberia...

Recebi esta história por e-mail:

"Um dia minha mãe saiu e deixou meu pai a tomar conta de mim. Eu tinha uns dois anos e meio. Alguém me tinha dado um jogo de chá de presente e era um dos meus brinquedos favoritos.
O meu pai estava na sala a ver as noticias na TV, quando eu trouxe para ele uma chavena de chá, que na realidade era apenas água.
Após várias chavenas de chá, e eu continuava a receber elogios entusiasmados do meu pai a cada chavena servida, a minha mãe chegou.
Meu pai disse-lhe para se sentar na sala para me ver a trazer a chavena de chá, porque era a coisa mais fofa do mundo! A minha mãe esperou, e então, lá vinha eu pelo corredor com uma chavena de chá para o meu pai.
A minha mãe viu-o beber o chá todo. Então a minha mãe disse ao meu pai:
- Passou-te pela cabeça que o único lugar onde ela alcança água é na sanita?"


Os pais não pensam igual às mães.....