8 de junho de 2011

De maneiras que... não tenho fotografia para vos mostrar, mas posso tentar descrever o franguinho guisado que fiz ontem para o jantar. É que lá em casa cozinha-se todos os dias, ao jantar, mas cá a menina só se lembra da fotografia quando já não há nada para mostrar. E às vezes até faço uns petiscos que ficam mesmo bons. Por isso, a partir de agora vai ser assim: se há foto, óptimo, se não há foto, paciência.
Então ontem o jantar foi frango guisado com ervilhas e puré de batata.
No tacho coloquei um pouco de azeite, alho, cebola, tomate, enfim, o habitual para fazer o refogado. E enquanto começava a aquecer, fui deitando lá para dentro as perninhas, coxas e peitos de frango arranjadinhas e sem pele. Acrescentei um pouco de polpa de tomate para dar cor, meio caldo knorr, um pouco de ervas aromáticas e tapei o tacho com o lume entre o médio e o baixo para ir cozinhando devagar. Enquanto isso descascava as batatas para o puré.
Quando já estava apuradinho e saboroso como eu gosto (demorou mais ou menos o tempo de descascar as batatas, dar banho a dois piolhitos e vestir a piolhita), juntei ervilhas (da minha horta) e deixei acabar de cozinhar.
Ai que pena não ter fotos!
Quanto ao puré, depois de as batatas estarem cozidas, esmaguei-as para uma tigela, juntei um pouco de manteiga, noz moscada e leite morno. É só mexer bem e juntar mais leite se for preciso, conforme a consistência que gostem.
E prontos, não sobrou nada para amostra.
Umas notinhas de explicação: 1- não usei sal. O caldo knorr já é salgado e as ervas aromáticas dão o sabor necessário à comida. Ando a fazer estas experiências na cozinha (a culpa é da Hélia), mas maridinho ainda não percebeu, senão chama-me maluca. Até descobrir, vai comendo, ou por falta de opção ou porque está bom mesmo.
2- Não acrescentei líquidos ao frango. Tinha pensado juntar um pouco de cerveja mas não foi preciso porque ele largou bastante água. 
3- Usei a polpa de tomate porque aquela que eu fiz já acabou e até haver tomates na minha horta, tenho que me desenrascar como as outras pessoas e comprar.
4- Nunca deixo apurar o refogado antes de colocar lá a carne ou frango, o que for. Prefiro colocar os ingredientes todos e deixar cozinhar. Além de ser mais saudável, o meu estômago prefere. De outra forma, é só azia.
E prontos... se tiverem alguma dúvida ou sugestão é só dizer.

3 comentários:

  1. Hum... Uma comidinha que não me importo nada de comer! Bem bom!

    ResponderExcluir
  2. Bela comidinha mesmo sem foto nós já estamos a ver o resultado.

    Beijos
    Joana e Sofia

    ResponderExcluir
  3. E diz lá que eu não te ensino só coisinhas boas!!!!!

    hehe


    bjs amiga!

    ResponderExcluir

Obrigada por ter tempo para ler o que escrevo e dar-me a sua opinião. Espero que volte.
Um abraço!!!