6 de março de 2012

Bolonhesa à minha maneira

Lá em casa todos gostam de carne picada, mas admito que não tinha encontrado ainda a receita que me agradasse.
Depois de muito procurar e experimentar, ontem decidi simplificar:
carne picada (usei de porco)
alho
azeite
polpa de tomate
vinho branco
1 caldo de frango
ervas aromáticas
sal
açúcar

Primeiro aqueci o azeite (cerca de 2 colheres de sopa) com o dente de alho picadinho. Coloquei a carne picada e deixei fritar um pouco, mexendo de vez em quando para ir alourando toda. Quando já estava mais ou menos toda com ar de já ter passado pelo azeite e estar a cozinhar, juntei o caldo de frango, um pouco de ervas aromáticas (uso a mistura das ervas de provença) e um pouco de vinho branco, cerca de meio copo ou um pouco mais (lembrem-se que a carne também larga água com a cozedura).
Deixei estufar mais um pouco e juntei a polpa de tomate. Neste caso a quantidade foi a olho (como tudo o resto) até eu achar que estava com boa cor, por isso é melhor colocarem a quantidade ao vosso gosto.
Deixei estufar mais um pouco, mexendo de vez em quando e provando, até sentir que estava pronto.
O meu problema costuma ser a acidez do tomate. Mesmo a polpa de compra deixa uma acidez que eu e o meu estômago não gostamos. Para cortar essa acidez nos guisados e estufados, costumo juntar cenoura. Mas como uma das queixas das minhas bolonhesas anteriores é a dita cenoura que nunca se desfaz completamente mesmo que tenha sido ralada, desta vez experimentei usar açúcar. Assim, no final da bolonhesa que aqui vos trago, depois de provar e sentir que estava pronta mas ainda se notava um travo de acidez do tomate, juntei 1 colher de chá, mal cheia, de açúcar. Mexi, provei e notei logo a diferença. Ficou um espectáculo e nem se notava o açúcar.
Aprovadíssima, passou na censura lá de casa.
Uma vez que usei o caldo de carne e as ervas aromáticas, o sal não foi necessário, mas isso é ao gosto de cada um.
Se experimentarem, depois digam qualquer coisinha, sim?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ter tempo para ler o que escrevo e dar-me a sua opinião. Espero que volte.
Um abraço!!!