5 de setembro de 2012

E quem é que ao 2º dia de trabalho está tão, tão cansada?

Euzinha, pois é!
Para acabar as férias em grande, passei a última noite das mesmas na urgência do hospital com a minha mãe. Há semanas, senão meses, que se queixava de dores na zona abdominal. "Mãe, vamos ao médico", "Não é preciso que já passa". Todos os dias eu falava com ela por telefone ou pessoalmente e nunca se queixava de nada. Às vezes descaía-se e deixava passar que tinha vomitado ou que tinha passado o dia deitada com dores. E eu a insistir para ir ao médico e ela a recusar. Eu a "ralhar" com ela e ela a esquivar-se.
Até que na 6ª feira passada, à noite, as dores deviam ser tantas que lá me telefonou a pedir para ir com ela ao hospital. Disse-lhe para ligar para o 112 e lá fomos.
O problema é na vesícula, uma pedrinha, e desde essa altura que está internada. Não foi operada ainda e nem sei se será, mas já não tem dores, está a dieta e farta de estar no hospital. E eu cá ando a correr entre o trabalho, casa dos meus pais, escola, visita ao hospital, minha casa.
Estou assim a modos que cansadita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ter tempo para ler o que escrevo e dar-me a sua opinião. Espero que volte.
Um abraço!!!