28 de abril de 2012

Bolo de Batata com cobertura de chocolate

Este foi o bolo que fiz para o aniversário da minha cunhada, em Janeiro. Acho que ainda estou a tempo de mostrar!?.

A receita está aqui.
Para o recheio e cobertura derreti uma tablete de chocolate com leite condensado. Ficou muuuiito bom.

19 de abril de 2012

Parabéns Hélia



Hoje o blogue Mais um sobre Culinária faz 5 anos.
Parabéns amiga! Continua a inspirar-nos!

18 de abril de 2012

P'ró que me havia de dar!

Deu-me a fome! Não trouxe lanche! E o que faço agora? Vou ao café e compro um bolo, uma sandes, um pastel? Além de não me estar a apetecer gastar dinheiro, não me apetece nada disso.
Fui ao supermercado aqui perto, comprei uma embalagem de cereais, iogurtes líquidos (aproveitei a promoção), taças e colheres de plástico.
Além de me saber bem, já tenho lanche para uma data de dias!


As ferraduras do Dia do Pai

Uns dias antes do Dia do Pai, chego a casa da minha mãe e tinha lá uma revista que ela tinha comprado para mim com "uma receita mesmo boa para tu fazeres". Esperta...
Cresci com a minha mãe a fazer bolos, bolinhos, bolachas, mas agora com 80 anos diz que não tem paciência e como agora sou eu quem faz essas coisas, lembrou-se de me trazer a revista.
É a revista do Pingo Doce de Março e a receita é a das ferraduras de erva-doce.
Calhou mesmo bem porque eu queria dar ao meu pai uma coisa que ele gostasse e como ele é um guloso e adora ferraduras, fiz para ele.


Da próxima vez tenho que deixar tostar um pouco mais, mas já me disseram que posso continuar a fazer...

17 de abril de 2012

Hoje os jovenzitos foram para a cama mais tarde. Não é hábito, geralmente às 9 e meia já estão na cama, mas hoje o Daniel precisava fazer pesquisa para um trabalho de grupo. É sobre a Turquia e ao grupo dele compete pesquisar sobre a bandeira, a capital, a população, os monumentos da capital.
Antes do jantar ajudei um pouco (o arroz ficou colado ao fundo do tacho, mas não faz mal) e depois do jantar foi altura de passar para o caderno o resultado da pesquisa e imprimir algumas imagens. Não conseguimos fazer tudo porque o tempo é pouco e a escrita ainda demora, mas ele ficou tão contente com o resultado e por ter tido a minha ajuda, que nem reclamou, muito, quando o mandei lavar os dentes e ir para a cama. A irmã, por seu lado, não queria ir porque ainda não tinha pintado os desenhos todos do livro dela (se o irmão tem trabalhos de casa, ela também tem que ter). Mas foi só deitar a cabeça na almofada que adormeceu logo.
E eu aproveitei o computador ligado e vim até aqui cuscar um pouco.
Boa noite!

Prendinha de aniversário

Ontem foi um dia bom!! Além de outras coisas boas, recebi esta prenda da minha amiga. Vão lá espreitar e digam se não é uma óptima prenda!!
Hoje fiz isto para partilhar com os colegas!
E porquê tantas coisas boas, perguntam vocês?
Porque ontem fiz anos!!
Já são 39, mas continuo a entusiasmar-me como se fossem só 7 ou 8 ou 15 ou 20.
Neste dia sou sempre uma criança.
Parabéns para mim!

13 de abril de 2012

Nesta Páscoa houve tempo para:

fazer folares


fazer bolachinhas 



fazer coisas giras para oferecer


e, muito importante, estar com a família!

5 de abril de 2012

Boa Páscoa!!

Tão cedo não volto aqui, por isso deixo já os meus votos de uma Páscoa Feliz para todos.
Por mim vou ali fazer folares e coisas doces para oferecer.

3 de abril de 2012

Hoje lembrei-me disto - Crianças e escadas

Moro num 2º andar sem elevador. Como é o último andar do prédio, tem ligação interna para o sótão e por isso, quando nasceu o Daniel, resolvemos fazer obras e o sótão passou a ser o 2º piso da casa onde está o escritório e o quarto de passar a ferro, mais conhecido por quarto das desarrumações. Isto sem contar com as escadas que há à entrada do prédio. Pensa-se logo "que perigo com crianças pequenas!". E é um perigo, mesmo. Mas por outro lado pode ser uma vantagem. Uma vez na creche, numa reunião com a educadora do Daniel, ela referiu que só não conseguia avaliar se ele sabia subir escadas porque na creche não havia escadas. Ele tinha 3 anos na altura e eu respondi que sim, ele já subia escadas. É que desde cedo os meus filhos tiveram que aprender a subir e descer escadas com segurança. A partir do momento que conseguem andar sozinhos o que eles querem é... andar sozinhos. E subir e descer escadas. Claro que sempre os ajudamos a subir e descer quando queriam ou achavam que precisavam e isso ajudou-os a aprender a fazer sozinhos. Neste momento a Sara sobe e desce sozinha o que lhe dá uma liberdade e autonomia muito grande. Não tem que esperar que a mãe ou o pai estejam disponíveis quando se lembra de ir brincar lá para cima, ou quando chega lá e se lembra que precisa de alguma coisa "muito importante" que deixou cá em baixo, etc porque já se sabe como funcionam estas cabecinhas pequenas. E se vamos a algum sítio com escadas não entro em pânico com medo que ela (que é mais pequena) caia, porque sei que eles vão ter cuidado. Vigio (sempre) e aviso para não andar muito carregada, para se agarrar ao corrimão, para descer com segurança e ela compreende muito bem e faz. E o mesmo sempre aconteceu com o Daniel. Até à data ainda não houve acidentes, felizmente, mas sei que não estamos livres de acontecer. Antes das obras, eu própria caí das escadas abaixo (fiz o chamado sku que me deu uma semana com o retaguarda toda negra e sem conseguir sentá-la como deve ser), mas porque as escadas eram muito íngremes, de madeira e eu desci-as só de meias, com uma bacia numa mão e a falar ao telefone. Resultado: acidente. Garanto que não repeti!