29 de maio de 2013

Ainda bem que não posso ir...

Estou aqui a "passear" pela net e a ver coisas giras e interessantes e que eu quero, enfim. E vou dizendo ao meu marido "olha, quando fores à Cash Converters (loja de artigos em 2ª mão) vê se encontras isto, quando vires aquilo diz-me o preço,..". Isto porque ele trabalha em Lisboa e todos os dias tem possibilidade de passar em vários sítios muito interessantes para mim, que não vou lá com a frequência dos meus desejos. Mas depois penso que até é melhor assim, senão seria a desgraça completa. Porque, se por um lado a possibilidade de ter as coisas que quero a um preço mais baixo é muito aliciante, por outro começo a pensar se preciso mesmo, depois chego à conclusão que não preciso, mas fico a pensar que era giro ter. O que me salva é ser poupadinha (há quem chame forreta, agarrada, sovina) e quero as coisas mas não abro os cordões à bolsa. E além disso o meu marido está a olhar para o Discovery e não me liga nenhuma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ter tempo para ler o que escrevo e dar-me a sua opinião. Espero que volte.
Um abraço!!!